Ganhadores do Golden Globes

Alô Brasil, começamos mais uma temporada de premiações, que eu uso para atualizar minha lista de filmes e séries.

O Golden Globes desse ano foi um pouco diferente, apresentado pela Sandra Oh e pelo Andy Samberg e com piadas “educadas”. Confesso que gostei, porque estamos numa vibe de não precisar ofender ninguém para poder rir. Além disso, teve mais um prêmio de homenagens: Além do prêmio Cecil B. De Mille, para grandes conquistas em filmes, para o Jeff Bridges (INCRÍVEL), foi o primeiro Carol Burnett Award, para conquistas na Televisão. Lógico que a primeira ganhadora foi a Carol, mulher sensacional da comédia.

Mas queremos mesmo é os prêmios, e vou dizer, estou meio sem base ainda. Não esperava a metade desses ganhadores, mas o Golden Globes sempre é um pouco fora da linha do resto das premiações. Esse ano, porém, a galera deu um belo baile nas casas de apostas. 

TELEVISÃO
Melhor Série Dramática: The Americans, de novo e pelo último ano. Não acredito que essa série vai acabar.
Melhor Série de Comédia: O Método Kominsky. IH que isso, Michael Douglas! Admito que coloquei essa na minha lista, mas não assisti ainda. Porém, além das críticas, os prêmios estão chegando. Mais uma série de um ator sendo ator – mais ou menos bem sucedido. Adoro quando eles fazem isso.
Melhor Minissérie: Assassinato de Gianni Versace. Qual a surpresa? Tudo que Ryan Murphy toca vira ouro. Série tá sensacional.
Melhor Atriz em Série de Comédia: Rachel Brosnahan (A Maravilhosa Sra. Maisel). Confesso que torcia pela Kristen Bell, mas todo mundo fala bem dessa série musical/comedia.
Melhor Ator em Série de Comédia: de novo, Michael Douglas (O Método Kominsky). Temos de respeitar o legado Douglas (e como ele mesmo disse aumentando com 3 filhos e uma sobrinha atores), mas eu torcia pelo Jim Carrey, pq sou fã e ele ta fazendo um retorno triunfal após ir cuidar da sua saúde mental e depressão.
Melhor Atriz em Série Dramática: Sandra Oh (Killing Eve) – A PRIMEIRA ASIÁTICA EM 36 ANOS A GANHAR. Fora que essa série tá maravilhosa.
Melhor Ator em Série Dramática: Richard Madden, Bodyguard. Ok, ele merece depois do Casamento Vermelho, mas último ano do Matthew Rhys (The Americans) fiquei triste.
Melhor Atriz em Telefilme ou Minissérie: Patricia Arquette (Escape at Dannemora), essa categoria tinha Amy Adams, Regina King, Laura Dern… todas memoráveis. Mas Hollywood adora transformações físicas, e a Patricia Arquette estava um arraso.
Melhor Ator em Telefilme ou Minissérie: Darren Criss – (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story), outra categoria difícil, porque o Antonio Bandeiras está incrível em Genius- Picasso, mas o Darren mereceu. E ele disse essa semana que não vai mais fazer papeis LGBTs pra não roubar o lugar de um verdadeiro LGBT que deveria ter visibilidade. Então parabéns pra ele 💜
Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme: Patricia Clarkson (Sharp Objects). Bom, essa categoria, para mim, estava empatada na mediana. Não gostei de nenhuma, mas ok.
Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme: Ben Whishaw (A Very English Scandal). Preciso assistir isso! O trailer é legal.

CINEMA
Melhor Filme Dramático: Bohemian Rhapsody. TÁ DE BRINCADEIRA COMIGO NÉ???? Com Nasce uma Estrela e Se a Rua Baele Falasse vocês escolhem Bohemian???? Amei o filme, mas vamos com calma…
Melhor Filme de Comédia: Green Book: O Guia. Doida pra ver esse, conta a história de um pianista de jazz, Don Shirley, e o seu “segurança” Tony Vallelonga em plena segregação racial no Sul dos EUA.
Melhor Animação: Homem-Aranha no Aranhaverso. VEM DIA DEZ!!!!!!!!
Melhor Diretor: Alfonso Cuaron (Roma). Não entendo nada de direção, e amo Alfonso, mas Bradley Cooper gente 💔
Melhor Roteiro: Green Book: O Guia
Melhor Filme Estrangeiro: Roma – chama Roma, mas é a vida do Alfonso Cuaron, no México. Netflix arrasou nos prêmios, abocanhou vários.
Melhor Atriz em Filme Dramático: Glenn Close (The Wife). Nem a Gleen acreditou que ganhou. Francamente, nem nós, porque LADY GAGA GENTEEEEE. Mas o discurso da Gleen (que você pode ver aqui) foi tão incrível que eu quase perdoei todos.
Melhor Ator em Filme Dramático: Rami Malek (Bohemian Rhapsody) outra categoria difícil. Willem Dafoe, Bradley Cooper, Lucas Hedges (que faz Boy Erased, um filme lindo) e o novato John David Washington (Infiltrado na Klan). Mas é isso, Rami foi sensacional como Freddie e seu discurso não nega, ele não desapegou dos trejeitos ainda.
Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical: Olivia Colman – A Favorita. Confesso que estava torcendo pra Charlize Theron em Tully, que tá incrível, mas tudo bem. Eu gosto da Olivia e quero muito ver esse filme.
Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical: Christian Bale – Vice. Como eu disse, Hollywood adora transformações físicas, e quem melhor que o Rei Bale pra isso??? Ele tá outra pessoa como Mike Pence. Quero MUITO ver esse filme.
Melhor Atriz Coadjuvante: Regina King (Se a Rua Beale Falasse). Mais uma categoria difícil, mas esse filme da Regina é tão atual e ela faz uma mãe que não concorda mas ajuda sua filha. Para quem não sabe esse filme é baseado num livro de James Baldwin de 1974. INDICO MUITO pra você que gosta de drama sobre injustiças.
Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (Green Book: O Guia), tenho nem o que falar desse cristal da atuação.
Melhor Trilha Sonora Original: Justin Hurwitz, Primeiro Homem
Melhor Canção Original: Shallow! – Nasce Uma Estrela. OFICIALMENTE A MELHOR MÚSICA. Agora só temos que descobrir como escutar sem chorar.

 

fotos disponibilizadas pela NBC, feitas por Paul Drinkwater/NBCUniversal via Getty Images

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s